Dia do Zeppelin no Distrito C

Memória, Patrimônio Histórico, Turismo

Fotos Zeppelin 1934 © J.P. Herrmann

manchete A Federação

Jornal A Federação, 29 de junho de 1934.

No dia 29 de junho de 1934, o LZ 127 Graf (“Conde”) Zeppelin passou sobre Porto Alegre. Às 13 horas e 20 minutos a aeronave surgiu no horizonte, vinda do Norte, sobrevoou o bairro Floresta, em direção ao Centro,  passou muito próximo do Palácio Piratini, deu duas voltas e rumou Sul, em direção à Buenos Aires. Foi a única vez que o Graf Zeppelin foi a Buenos Aires.

Por isso, dia 29 de junho será no Distrito C, o Dia do Zeppelin, para lembrar essa data que causou sensação na cidade. Muitas fotos foram tiradas e duas delas, de autoria de Jacob Prudêncio Herrmann, foram reunidas, conforme se pode ver na primeira foto desse post.

Nelas aparecem os dois prédios de Josep Lutzenberger, projeto de 1928, onde atualmente está localizado o Vila Flores, que sedia os seguintes participantes do Distrito C: Estúdio Hybrido, Projeto Vuelta al Mundo, Ato Espelhado Companhia Teatral e Caixa do Elefante.

Seu Dilvo, antigo morador do bairro, que participou da Expedição Floresta 2, e sempre nos dava alguma explicação.

Alguns dos moradores antigos, como o seu Dilvo (foto), que tinha 6 anos na época, lembram de ver o Graf Zeppelin passar, uma imagem que ficou marcada na memória e que é parte da história onde está o Distrito C.

Origens dos Zeppelins

Os Zeppelins tiveram seus primeiros voos comerciais iniciados em 1910 pela DELAG, a primeira companhia aérea do mundo em serviço comercial e, quatro anos após o início de suas operações, em meados de 1914, a DELAG já havia transportado mais de 10.000 passageiros pagantes em mais de 1.500 voos. Após o enorme sucesso do projeto Zeppelin, a palavra Zeppelin passou a ser comumente utilizada para se referir a todos os dirigíveis rígidos.

Durante a Primeira Guerra Mundial, os militares alemães fizeram uso extensivo dos Zeppelins nos primeiros bombardeios aéreos da história, matando mais de 500 pessoas apenas na Grã-Bretanha. Com a derrota da Alemanha em 1918, o negócio de dirigíveis temporariamente desacelerou, pois embora a DELAG houvesse estabelecido um serviço diário regular entre Berlin, Munich e Friedrichshafen em 1919, os dirigíveis construídos para essa ocupação, eventualmente tiveram que se render aos termos do Tratado de Versalhes, que proibiu a Alemanha de construir grandes aeronaves. Entretanto, uma exceção foi feita permitindo a construção de um dirigível para a marinha americana, o que acabou por salvar a companhia da extinção. Em 1926 as restrições sobre a construção de dirigíveis foram levantadas e com a ajuda de doações do trabalho público foi iniciada a construção do LZ 127 Graf Zeppelin, o dirigível que veio a Porto Alegre. Seu grande idealizador e comandante foi o Dr. Hugo Eckener.

Sobre o LZ 127 Graf Zeppelin
Essa aeronave tinha 213 m de comprimento, 5 motores, transportava 20 passageiros e cerca de 45 tripulantes e um volume de carga de 105.000 m², sendo o maior dirigível da história até a data de sua construção.
Sua estrutura era baseada numa carcaça de alumínio, revestida por uma tela recoberta por lona de algodão, pintada com tinta prata, para refletir o calor.
O primeiro voo de longa distância aconteceu em 1928, ligando Frankfurt a Nova York, e durou 112 horas. Em 1929 foi feita a primeira viagem ao redor do mundo. Mas devido ao incêndio do outro dirigível, o Hindenburg, nos Estados Unidos, em 1937, o Graf Zeppelin foi retirado de serviço.

Áudio do segundo episódio de “O Zeppelin no Rio Grande do Sul”. Programa produzido pelo pesquisador e jornalista Marcello Campos para a Rádio Guaíba em outubro de 2009. Locução: Rui Strelow Pesquisa, produção e redação: Marcello Campos Técnica: José Bitencourt

Para entender o que significou a passagem do Graf Zeppelin, vejam esse documentário, baseado no diário de uma jornalista americana, que participou da volta ao mundo nesse dirigível em 1929, 5 anos antes dele sobrevoar Porto Alegre.
Poucos meses depois dessa viagem em agosto, a Grande Depressão começou em 24 de outubro de 1929.

Vídeo mostrando a chegada do Graf Zeppelin a Pernambuco e Rio de Janeiro, em 1932.
Flying Down to Rio, nº 4

Hugo Eckener era o comandante da aeronave e principal responsável por todo o projeto empresarial. Era uma figura pública muito conhecida na Alemanha e no exterior, principalmente após a volta ao mundo no Graf Zeppelin. Ele pensou em concorrer contra Hitler nas eleições de 1932. A partir de 1933, os nazistas que estavam no poder tentaram se aproveitar do enorme sucesso internacional dos dirigíveis para sua propaganda, embora seu comandante, Eckener, que passou por Porto Alegre, fosse um antinazista convicto, e por isso acabou sendo perseguido e afastado.

Em 2 de agosto de 1934, poucos dias depois da passagem do Graf Zeppelin por Porto Alegre, o Presidente Hindenburg morreu. Hitler apoderou-se do seu lugar, fundindo as funções de Presidente e de Chanceler, passando a se autointitular  Líder (Führer). Eckener foi proibido por Goebbels de ser mencionado pela imprensa alemã. Como Eckener já era um ícone cultural solidamente estabelecidos quando os nazistas chegaram ao poder, era difícil separar sua imagem e seu carisma público do Zeppelin. Para os americanos ele era a incorporação das melhores características empreendedoras alemãs, um Magalhães, um Colombo. Ele tinha o respeito mesmo da França, que lhe concedeu prêmios importantes.  (Zeppelin!: Germany and the Airship, 1900–1939, Guillaume de Syon)

O que aconteceu com o Graf Zeppelin, que sobrevoou Porto Alegre?
Depois do desastre nos EUA, em 1937, com o dirigível LZ 129 Hindenburg, ele foi retirado de operação, em 1940 foi desmanchado e sua estrutura de alumínio foi utilizada para a confecção de material bélico alemão na Segunda Guerra Mundial.

Mais info sobre o LZ 127 Graf Zeppelin na Wikipedia

Série de documentários The Airships, sobre a história completa dos dirigíveis, ou “zeppelins”, de 1890 até projetos atuais de reutilização.

1. The Airships – Lift Off (1890-1922)  / as origens
2. The Airships – Ship of Dreams (1923-1930)  / as grandes viagens de exploração e a volta ao mundo
3. The Airships – Forced Landing (1931-present) / viagens ao Brasil, uso como propaganda nazista

Desafio Zeppelin

Neste ano o desafio foi reunir interpretações artísticas atuais, contemporâneas, desse evento de 1934 ou do dirigível. Pinturas, colagens, objetos, etc., foram enviadors para agenciaurbsnova@gmail.com e publicamos na Galeria Desafio Zeppelin.

Veja a Galeria Desafio Zeppelin com fotos de obras de 8 participantes.

DesafioZeppelin

Para inspirar os participantes, disponibilizamos um texto que descreve a recepção em Porto Alegre e algumas dessas famosas fotos tiradas naquele dia em Porto Alegre e em outras cidades do mundo, por onde o Graf Zeppelin passou.
Caso saiba o autor de alguma foto, nos ajude a identificar.

Porto Alegre, 29 de junho de 1934.

descrição

A Federação

oscar-petersen-acervo-de-graça-petersen

Sobre o bairro Floresta. Foto Oscar Petersen (acervo Graça Petersen)

Graf Zeppelin sobrevoando a Av. Voluntários da Pátria.

Graf Zeppelin sobrevoando a Av. Voluntários da Pátria.

zeppelin-porto-alegrenses

Rua da Praia, na altura da Praça da Alfândega.

zeppelin-centro-porto-alegre2

Foto 19

eduardo-hirtz-acervo-de-rejane-hirtz-trein

Sobre o  Palácio Piratini. Foto Eduardo Hirtz (acervo Rejane Hirtz Trein)

Em razão da passagem do Graf Zeppelin, nos anos 30, surgiu na esquina das ruas Hoffmann e São Carlos, na mesma década, o Bar Zeppelin, um famoso bar para alemães e pilotos da Varig. O telhado do prédio aparece na primeira foto desse post.

1425658583729

Foto Jacob Prudencio Herrmann

Conheça mais sobre a história desse prédio, que está no Plano de Economia Criativa – UrbsNova.

Depois de sobrevoar Porto Alegre em 1934, o Graf Zeppelin passa sobre Montevidéu, a caminho de Buenos Aires.

montevideu

 A chegada do Graf Zeppelin a Buenos Aires, onde pousou por alguns minutos, depois de passar por Porto Alegre e Montevidéu.

El aparato echó amarras – como un barco – en Campo de Mayo, ante la multitud hipnotizada, y los 200 soldados que se apresuraron a atar los cabos a un enorme mástil construído apresuradamente a tal efecto. Eran exactamente, como lo consignó la prensa, las 9,47 hs.
Se abrió la puerta y el primero en descender ante el entusiasmo y vítores de los miles de espectadores, fue el capitán, Dr. Hugo Eckener, de gorro naval y saco de cuero blanco. Se saludó con las autoridades, mientras se procedía a bajar la correspondencia y cargar agua
Pocos minutos después se embarcaron quienes habían descendido y exactamente a las 10,30 hs, el Graf Zeppelín partió, para nunca volver.”

BuenosAires

Buenos Aires

Vídeos do mesmo Graf Zeppelin que sobrevoou Porto Alegre, chegando e partindo de Buenos Aires.

Fotos do Graf Zeppelin em outras cidades, nos anos 20-30.

72091-zeppelin-ber-barcelona-1929-1

Barcelona

1235390258993_f

Barcelona

zepe

Sevilha

Graf-Zeppelin

Londres

1
113746707_1881d83864

Créditos
Ideia original: Cícero Neves, do Ato Espelhado Companhia Teatral logofacepeq, participante do Distrito C.
Desenvolvimento: UrbsNova Agência de Design Social.

Anúncios

Nova feira no Distrito C

Uncategorized
20150623_192145

Tradicional prova de chapéus no Balaio de Gatos: Vitoria (brechó Vuelta al Mundo), Helena (brechó Balaio de Gatos, Luana (brechó Vuelta al Mundo) e Vanessa (Estúdio Hybrido).

Nesta terça-feira, dia 23 de junho de 2015 foi feita a primeira reunião do Distrito C para planejar a nova feira que será lançada na R. São Carlos.

A reunião aconteceu no brechó Balaio de Gatos, da Helena Prates. Além de Jorge Piqué, da UrbsNova, participaram Vitoria Ruschel e Luana de Brito, do brechó Projeto Vuelta al Mundo, e Vanessa Berg, do Estúdio Hybrido.

A nova feira provavelmente será lançada em agosto, terá frequência mensal, e será uma combinação de brechó com outras atrações variadas. Queremos trazer mais qualidade para a r. São Carlos e Praça Florida.

Em breve, mais notícias sobre a nova feira no Distrito Criativo.

8ª Visita ao Passeio das Artes do Distrito C (junho 2015)

Economia Criativa, Prêmios, Uncategorized

O Passeio das Artes é um itinerário permanente para conhecer artistas, designers e empreendedores de Artes & Antiguidades, participantes do Distrito C – Distrito Criativo de Porto Alegre. É a vitrine do Distrito C, um roteiro que pode ser percorrido em qualquer direção e desde qualquer ponto de partida
(veja mapa: http://goo.gl/maps/h1tHV).

Também fazem parte do Passeio das Artes os estabelecimentos de gastronomia com qualidade que integram o Distrito C, como restaurantes, bares, cafeterias e padarias. Dessa forma, os visitantes podem combinar Artes & Antiguidades, com paradas ocasionais para um café, almoço ou jantar.

Visite a página do Passeio das Artes para conhecer todos os participantes:
https://distritocriativo.wordpress.com/passeio-das-artes/

Depois de ganharmos o II Prêmio de Inovação em Turismo em 2014 realizamos um ciclo de visitas no primeiro semestre de 2015. Esta segunda visita do ano foi realizada no dia 30 de maio de 2015.

Nos encontramos às 10hs, no Vila Flores e visitamos galerias de arte, ateliers de artistas, antiquários e brechós, em um primeiro trecho do Passeio das Artes.

PONTO DE ENCONTRO: Vila Flores
Horário: 10hs
Endereço Rua Hoffmann, 459

local

Ocasionalmente na caminhada passamos também por alguns pontos de patrimônio histórico que se encontram no Distrito C e que fazem parte desse ambiente que queremos preservar, como a Igreja São Pedro.

Ao final do percurso sugerimos alguns locais do Distrito C para o almoço, como a Padaria Dalmás, a Churrascaria Na Brasa/NB Steak, e a Cantina Famiglia Facin, nos subterrâneos da chaminé da antiga Cervejaria Continental, hoje Shopping Total.

roteiroNomes

Esta foi a terceira de uma série de visitas, em sábados consecutivos, que realizaremos no primeiro semestre de 2015. A cada sábado começaremos a visita onde terminamos no sábado anterior.

Neste terceiro sábado, foram visitados Vila Flores, Estúdio Hybrido, brechó Projeto Vuelta al MundoCaixa do Elefante, Star Produtora, Atelier Strey, Barbara Benz, Moacir Chotguis, e Lota Moncada.

Como sempre, é um evento gratuito e aberto ao público em geral.

Passeio das Artes na Mídia:
https://distritocriativo.wordpress.com/passeio-das-artes-midia/

FOTOS DOS PARTICIPANTES

Vila Flores

espaçopublico_cidadania_5distrito-42

Estúdio Hybrido

Marcelo Monteiro apresentou a exposição Projeto 3s.

20150613_104427 20150613_104447

20150613_104714

Visita ao atelier

20150613_105726

Projeto Vuelta al Mundo

20150613_111312 20150613_111550

Caixa do Elefante

20150613_112205

20150613_112705 20150613_112757 20150613_112805 20150613_113647 20150613_113812 20150613_114632

Lota Moncada

Lota declamou uma poesia de sua autoria.

20150613_120002

20150613_120058 20150613_120100

poesia

Star Produtora

20150613_12104120150613_121048

IMG_3570

Moacir Chotguis

20150613_124200

20150613_124149

20150613_130640 20150613_130737

Barbara Benz

20150613_125039 20150613_125212 20150613_130332

Veja as fotos de 7ª Visita | Veja as fotos de 9ª Visita

 

 

 

 

Projeto Curta Bike no Distrito C

Uncategorized

1Anunciamos a parceria entre o Distrito C e a produtora Fernanda Morena para realizar um “Curta Bike” pelo Distrito C em 22 de agosto.

É um evento de rua, aberto a todos, que reúne bicicletas e cinema, mobilidade e cultura.Serão realizadas apresentações de curtas em 3 locais do Distrito C, mais a Praça Florida.

O Curta Bike está procurando apoios e patrocínios para a sua realização (vejam email de contato na apresentação abaixo).

CARD1

Curta a página no Facebook

Apresentação do projeto (por Fernanda Morena)

O projeto é novo em Porto Alegre e acontece no dia 22 de agosto, às 14h, no Distrito C. Com o auxilio da UrbsNova, o Curta Bike fará um passeio ciclístico pela região e terá quatro paradas para a exibição de filmes de curta-metragem nacionais em cada uma delas. Os pontos de exibição e grandes parceiros do Curta Bike são: CC100, Vila Flores, Studio Q e Praça Florida, onde acontece o encerramento da atividade.

A ideia do projeto veio da China na bagagem da jornalista Fernanda Morena, que morou no país asiático por seis anos. Lá, ela participou de um passeio de bicicleta com exibição de filmes, além de atuar como stringer da BBC Brasil e correspondente do Portal Terra.

O Curta Bike no Distrito C tem dois objetivos principais e congruentes: revelar locais desconhecidos dentro da nossa própria cidade, e apresentar a produção cultural nacional – também de pouca visibilidade se comparada à entrada de produtos culturais internacionais.

A ideia é, assim, promover um debate sobre a noção de transporte sustentável, ocupação urbana e promoção da cultura local – ainda que não tenhamos mesas de debate propriamente ditas ou palestras. Vamos só pedalar juntos, ver filmes e torcer para que essa energia se espalhe pela cidade.

O Curta Bike conta ainda com o apoio da produtora Sabujo Filmes na curadoria da mostra de cinema, e da Velô, a revista sobre bicicleta e cultura urbana que completa dois anos em outubro, além da UrbsNova e dos pontos de exibição.

Lembramos que este é um projeto sem fins lucrativos e, por enquanto, sem verba. Não serão cobrados ingressos dos participantes, e o valor levantado pela produção com patrocínio, apoio e contribuição no Vakinha será destinado à produção do evento – aluguel de equipamento para exibição da Praça Florida e contratação de equipe (técnico de som e fotógrafo).

Quem tiver interesse em patrocinar o evento, tiver ideias e quiser ajudar, participar oferecendo algum serviço, pode entrar em contato diretamente com a Fernanda (fernanda.morenaslv@gmail.com).

No mais, contamos com o seu apoio para a divulgação do evento. Vamos colocá-lo no calendário cultural da cidade e o Distrito C no mapa de todos.
Um abraço,
Fernanda Morena

7ª Visita ao Passeio das Artes do Distrito C (maio 2015)

Economia Criativa, Prêmios, Uncategorized

O Passeio das Artes é um itinerário permanente para conhecer artistas, designers e empreendedores de Artes & Antiguidades, participantes do Distrito C – Distrito Criativo de Porto Alegre. É a vitrine do Distrito C, um roteiro que pode ser percorrido em qualquer direção e desde qualquer ponto de partida
(veja mapa: http://goo.gl/maps/h1tHV).

Também fazem parte do Passeio das Artes os estabelecimentos de gastronomia com qualidade que integram o Distrito C, como restaurantes, bares, cafeterias e padarias. Dessa forma, os visitantes podem combinar Artes & Antiguidades, com paradas ocasionais para um café, almoço ou jantar.

Visite a página do Passeio das Artes para conhecer todos os participantes:
https://distritocriativo.wordpress.com/passeio-das-artes/

Depois de ganharmos o II Prêmio de Inovação em Turismo em 2014 realizamos um ciclo de visitas no primeiro semestre de 2015. Esta segunda visita do ano foi realizada no dia 30 de maio de 2015.

Nos encontramos às 10hs, no Casa de Bernarda Alba e visitamos galerias de arte, ateliers de artistas, antiquários e brechós, em um primeiro trecho do Passeio das Artes.

PONTO DE ENCONTRO: Casa de Bernarda Alba
Horário: 10hs
Endereço Rua Visconde do rio branco, 279 – bairro Floresta (ver mapa no evento)

Ocasionalmente na caminhada passamos também por alguns pontos de patrimônio histórico que se encontram no Distrito C e que fazem parte desse ambiente que queremos preservar, como a Igreja São Pedro.

Ao final do percurso sugerimos alguns locais do Distrito C para o almoço, como a Padaria Dalmás, a Churrascaria Na Brasa/NB Steak, e a Cantina Famiglia Facin, nos subterrâneos da chaminé da antiga Cervejaria Continental, hoje Shopping Total.

roteiro

Esta foi a segunda de uma série de visitas, em sábados consecutivos, que realizaremos no primeiro semestre de 2015. A cada sábado começaremos a visita onde terminamos no sábado anterior.

Neste primeiro sábado, foram visitados La Casa de Bernarda Alba – (fundos da Gerdau) – Padaria e Confeitaria Dalmás – (Igreja São Pedro) – Naida Gomes Artes e AntiguidadesGarimpo Móveis & objetos de arteCasa 533Atelier André Venzon.

Como sempre, é um evento gratuito e aberto ao público em geral.

Passeio das Artes na Mídia:
https://distritocriativo.wordpress.com/passeio-das-artes-midia/

FOTOS DA VISITA

La Casa de Bernarda Alba

20150530_102224

Carmen e Cristovão, com o II Prêmio de Inovação em Turismo, 2014.

20150530_094546  20150530_101936 20150530_102217 20150530_102403 20150530_102419

20150530_101050

Dentro do Bazar da Floresta, a Casa de Bernarda Alba teve umas comidinhas para as visitas.

Novo prédio da Administração Gerdau

O prédio onde está localizada a Sede do Grupo Gerdau é o centro das operações do Grupo e dá suporte às demais unidades espalhadas por diversas cidades do Brasil e do mundo. A área que hoje abriga o QG do Grupo Gerdau fica exatamente no mesmo local onde começou a funcionar, há 110 anos, a primeira fábrica da família, na avenida Farrapos, 1811, em Porto Alegre.

A Gerdau desenvolveu o Aço Patinável ou Corten para aços longos especiais e utilizou o material nas laterais da sua sede, como se vê na foto abaixo. Esse tipo de aço apresenta um aumento da resistência a corrosão aliada à alta resistência mecânica. A resistência a corrosão é proporcionada a partir de uma fina camada de óxido de cor avermelhada, aderente e protetora, conhecida como pátina, que se forma na superfície da estrutura quando exposta aos agentes corrosivos presentes no meio ambiente.

O projeto (2007) é do arquiteto Thiago Bernardes (ver projeto) e o coordenador da execução do projeto foi o engenheiro José Luiz Canal, o mesmo da Fundação Iberê Camargo. Paisagismo de  Isabel Duprat. Thiago Bernardes é um dos responsáveis pelo projeto do Museu de Arte do Rio (MAR).

A sede do grupo Gerdau tem um papel importante no ecossistema dessa área do Floresta, pois fornece um público consumidor mais exigente, que demanda serviços de melhor qualidade.

20150609_155053

Padaria e Confeitaria Dalmás

20150530_105431

20150530_105100

A Padaria Dalmás ofereceu aos participantes do Passeio uns salgadinhos.

20150530_105511

Igreja São Pedro

20150523_092628

Desta vez não entramos na igreja, que tinha sido visitada no passeio anterior.

 

20150530_110652

Poderia ser Nova York, mas é nossa foto junto de um carro novo dos bombeiros, com a Igreja São Pedro ao fundo.

Naida Gomes Artes e Antiguidades

20150530_111507

20150530_111419

Naida Gomes com o II Prêmio de Inovação em Turismo 2014.

20150530_111310
20150530_111250 20150530_111411   20150530_112307 20150530_112419

Garimpo Móveis & objetos de arte

Elizabeth Scmidt com o II Prêmio de Inovação em Turismo RS 2014

Elizabeth Schmidt, dona da Garimpo, com Moacir Chotguis e Barbara Bens, ambos artistas do Distrito C.

Elizabeth Schmidt, dona da Garimpo, com Moacir Chotguis e Barbara Bens, ambos artistas do Distrito C.

20150530_113435 20150530_113710 20150530_114000  20150530_114445
20150530_114016 20150530_114755

Elisabeth Schmidt, com o II Prêmio de Inovação em Turismo RGS 2014

Elisabeth Schmidt, com o II Prêmio de Inovação em Turismo RGS 2014

Casa 533

20150530_115255

Mariana e Mônica, sócias da Casa 533, com o II Prêmio de Inovação em Turismo RGS 2014.

20150530_115451 20150530_115513 20150530_115525 20150530_115547 20150530_115604 20150530_120109 20150530_120236

Atelier André Venzon

20150530_123119

André Venzon, com o II Prêmio Inovação em Turismo RGS 2014.

20150530_122130 20150530_122309 20150530_122400 20150530_122406 20150530_122418 20150530_122530 20150530_122545 20150530_123104 20150530_123248 20150530_123320 20150530_124128 20150530_124231

Final da visita na R, Paraíba, que tem um túnel verde parecido ao da R. Gonçalo de Carvalho.

20150530_130413 20150530_130417

Veja as fotos de 6ª Visita | Veja as fotos de 8ª Visita

 

 

 

 

 

6ª Visita ao Passeio das Artes do Distrito C (mai 2015)

Economia Criativa, Passeio das Artes, Patrimônio Histórico, Prêmios, Uncategorized

O Passeio das Artes é um itinerário permanente para conhecer artistas, designers e empreendedores de artes & antiguidades, participantes do Distrito C – Distrito Criativo de Porto Alegre. É a vitrine do Distrito C, como um caminho que pode ser percorrido em qualquer direção e desde qualquer ponto de partida
(veja mapa: http://goo.gl/maps/h1tHV).

Também fazem parte do Passeio das Artes os estabelecimentos de gastronomia com qualidade que integram o Distrito C, como restaurantes, bares, cafeterias e padarias. Dessa forma, os visitantes podem combinar Artes & Antiguidades, com paradas ocasionais para um café, almoço ou jantar.

Visite a página do Passeio das Artes para conhecer todos os participantes:
https://distritocriativo.wordpress.com/passeio-das-artes/

Depois de ganharmos o II Prêmio de Inovação em Turismo em 2014 realizamos a primeira visita guiada de 2015, no sábado, dia 23 de maio, .

Nos encontramos às 10hs, no Studio Q, e visitamos galerias de arte, ateliers de artistas, antiquários e brechós, em um primeiro trecho do Passeio das Artes.

PONTO DE ENCONTRO: STUDIO Q
Horário: 10hs
Endereço Rua Doutor Timóteo, 395 (ver mapa no evento)
Fones: 391-9063 e 9974-9063

studioq

Ocasionalmente na caminhada passamos também por alguns pontos de patrimônio histórico que se encontram no Distrito C e que fazem parte desse ambiente que queremos preservar, como a Igreja São Pedro.

Ao final do percurso sugerimos alguns locais do Distrito C para o almoço, como a Padaria Dalmás, a Churrascaria Na Brasa/NB Steak, e a Cantina Famiglia Facin, nos subterrâneos da chaminé da antiga Cervejaria Continental, hoje Shopping Total.

roteiroNomes

Esta foi a primeira de uma série de visitas, em sábados consecutivos, que realizaremos no primeiro semestre de 2015. A cada sábado começaremos a visita onde terminamos no sábado anterior.

Neste primeiro sábado, foram visitados Studio QEspaço de Arte Beladona / Ofício Criativo, Igreja São Pedro,Tempero Rosa, Studio InsoniaGaleria Hipotética, MC Gastronomia e Galeria Bolsa de Arte.

Como sempre, é um evento gratuito e aberto ao público em geral.

Passeio das Artes na Mídia:
https://distritocriativo.wordpress.com/passeio-das-artes-midia/

FOTOS DA VISITA
(fotografias de Jorge Piqué, Neusa Lehugeur e Naian Meneghetti)

Studio Q

1

11251774_760907430697354_384071461968523837_n
20150523_102450

20150523_102537

11206962_760907367364027_1333154710051033946_n

5

11390271_760907500697347_8864968222674083876_n

20150523_104015

20150523_103707

20150523_103713

Renata Hickel, do Studio Q, com o Prêmio Inovação em Turismo 2014.

Espaço de Arte Beladona / Ofício Criativo

20150523_105604

20150523_105832

20150523_110122

20150523_110809

20150523_111343

20150523_111538

Fátima, da Farmácia Belladona, e Margret Spohr, do Ofício Criativo, com o Prêmio de Inovação em Turismo 2014.

Igreja São Pedro

20150523_092628

20150523_112553

19

11209584_760907777363986_2770740613131093419_n

11351140_760907830697314_7111252355889705090_n

Livraria Humanas

20150523_114101 20150523_114136

Tempero Rosa

20150523_120352

11246687_760907827363981_8811295444634478255_n

Studio Insonia

20150523_120855

22 20150523_121509

20150523_121515

Victor, com o II Prêmio de Inovação em Turismo 2014

Galeria Hipotética,

20150523_122843

Iriz e Fabiano com o II Prêmio de Inovação em Turismo 2014

20150523_122000 20150523_122144 20150523_122149 20150523_122423

MC Gastronomia

IMG_2717
20150523_123509 20150523_124223

11233770_760908120697285_4185609901849790976_n 11390358_760908194030611_4788553902143187201_n 11391318_760908237363940_8566134472241029713_n IMG_2719 IMG_2720

Galeria Bolsa de Arte

20150523_130637

20150523_125200 20150523_125222

20150523_130321 20150523_125309 20150523_125322

20150523_130353 20150523_125909

20150523_130341 20150523_125936

Veja as fotos de 5ª Visita | Veja as fotos de 7ª Visita